sábado, 8 de janeiro de 2011

Não coloque Deus á prova




Jesus disse: "Não ponha à prova o Senhor teu Deus" - Lucas 4:12



Você já colocou Deus à prova? Lucas diz: “O diabo o levou a Jerusalém, colocou-o na parte mais alta do templo e lhe disse: Se você é o Filho de Deus, jogue-se daqui. Pois está escrito: 'Deus dará ordens a seus anjos para lhe guardarem; com as mãos eles os segurarão, para que você não tropece em alguma pedra'. Jesus disse: Não ponha à prova o Senhor teu Deus”.

Jesus foi tentado a colocar as promessas de Deus à prova. Afinal, o próprio diabo usou umas das promessas de Deus do Salmos 91:11 e 12: "Ele dará ordens aos seus anjos a seu respeito, para te proteger", e "Em suas mãos eles te levarão, para que você não tropeces em alguma pedra".

Acredito que uma das maneiras de colocar Deus à prova é através da oração. Jesus disse, em Mateus 21:22 "Tudo o que pedirdes na oração com fé, você receberá". Muitas vezes pedimos algo em oração, e quando não recebemos a resposta que queríamos, ficamos decepcionados com Deus, criamos uma certa expectativa quanto a resposta que esperamos. Deus responde nossas orações, mas às vezes não obtemos a resposta exatamente como nós queremos. Não devemos usar as promessas de Deus “contra” ele e a nosso favor. Estas promessas servem para que a nossa fé esteja plenamente na confiança que Deus fará o melhor para nós. Precisamos acreditar que ele tem o melhor, e que muitas vezes, esse melhor não é a nossa vontade, mas a vontade de dele para nós.   


Texto retirado do blog do irmão Sandro http://oreinoemnos.blogspot.com/ 


Vamos Refletir?

Nem sempre o que queremos para nossa vida é verdadeiramente a vontade de nosso Deus para nós, e algumas vezes por falta de intimidade e meditação na Palavra exigimos de Deus aquilo que deseja o nosso coração. Esquecemos que Deus não precisa de nós e sim nós é quem precisamos dele e a vontade de Deus é sempre, boa, perfeita e agradável que possamos sempre dar ouvidos á voz do Senhor

                       By Ivana Guimarães

Nenhum comentário:

Postar um comentário